Vamos relembrar os tipos de indústria existentes?

Podemos classificar o tipo a partir do que a indústria produz. São três grandes grupos: indústrias de base (produção), indústrias de bens intermediários (capital) e indústrias de bens de consumo.

Indústria de base ou indústria de bens de produção: fabrica matérias-primas a serem utilizadas por companhias de outros setores, como mineradoras, madeireiras, petrolíferas, metalúrgicas. [indústria pesada]

Indústria de bens intermediários ou indústria de bens de capital: desenvolve produtos para que outra indústria possa produzir as suas mercadorias. Ou seja, de indústria para indústria, não para o consumidor final, como indústria do papel e celulose, produtos químicos, borracha, plásticos, componentes elétricos e eletrônicos.

Indústria de bens de consumo: produz diversas mercadorias direcionadas para o mercado consumidor. [indústria leve]

INDÚSTRIA DE BASE

As indústrias de bens de produção são aquelas relacionadas com a extração de matéria-prima da natureza, sem alterar as suas propriedades fundamentais. Assim, este tipo de indústria constitui-se como base de todo sistema industrial, visto que produzem produtos ou energia para outras indústrias. A indústria de base diferencia-se do extrativismo, do setor primário, por empregar um elevado número de investimentos e grande mão-de-obra, algo típico do setor secundário. As indústrias siderúrgica e petroquímica também são exemplos de indústria de base.

INDÚSTRIA DE BENS DE CAPITAL

Esta é a indústria responsável por transformar o que é produzido na indústria de base em máquinas e ferramentas que serão usadas na indústria de bens de consumo. Como exemplo, podemos citar a produção de autopeças (rodas, pneus) e a indústria mecânica (trator, máquina industrial). Muitas vezes, as indústrias intermediárias são classificadas como um caso especial de indústria de base.

INDÚSTRIA DE BENS DE CONSUMO

Este tipo de indústria é a que produz o produto final, aquele que será vendido diretamente ao consumidor. Desta forma, ela depende da proximidade com o mercado consumidor e não da matéria-prima. Além disso, apresenta retornos de investimentos de forma mais rápida e necessitam de menos energia.

Podem ser dividias em dois tipos:

Indústria de bens duráveis: Produzem produtos não-perecíveis (que “duram”, ainda que exista a obsolescência programada), como é o caso da indústria automobilística, de eletrônicos, eletrodomésticos, robótica etc.
Indústria de bens não-duráveis: Produzem produtos perecíveis, isto é, de primeira necessidade. Como exemplo, podemos citar a indústria de remédios, têxtil, de calçados, alimentícia etc.

Onde ficam as indústrias brasileiras?

Distribuição espacial da indústria brasileira – 2016. Fonte: https://atlasescolar.ibge.gov.br/images/atlas/mapas_brasil/brasil_distribuicao_industrias.pdf

Próximo post/aula: Espaço industrial brasileiro – A industrialização tardia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.