Segundo a ONU, o Brasil está entre os 10 países mais desiguais do mundo. A desigualdade social é um processo existente dentro das relações da sociedade, presente em todos os países do mundo. Ela é resultado das construções sociais, pois caracteriza um lugar aos desiguais, seja por questões econômicas, de gênero, de etnia, de crença, de origem ou de casse social.

As desigualdades sociais não são naturais, SÃO CONSTRUÇÕES SOCIAIS. Acontecimentos históricos como a colonização e a escravidão produzem contextos estruturais em que os indivíduos são colocados em posições de vida desiguais. É fundamental repetir que a desigualdade social é um problema multidimensional, pois envolve questões econômicas, de gênero, de etnia, de crença, de origem ou classe social.

Um dos retratos mais contundentes de como funciona a desigualdade social é o documentário abaixo, Ilha das Flores:

Ilha das Flores (Completo) [Ótima Qualidade de Imagem] (360p) from A Casa de Vidro Ponto de Cultura on Vimeo.

A desigualdade social em 13 minutos

O curta-metragem “Ilha das Flores” (1989) é uma produção de Mônica Schmiedt, Giba Assis Brasil, Nôra Gulart, com roteiro de Jorge Furtado. Ilha das Flores é um local na cidade de Porto Alegre destinado ao depósito de lixo. O curta apresenta a trajetória de um tomate, desde a colheita ao descarte por uma dona de casa, até a chegada ao lixão da ilha, onde crianças disputam alimentos que sequer servia de alimento para os porcos.

Matéria – Veja: “Ilha das Flores” é eleito o melhor curta brasileiro de todos os tempos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.