O espaço geográfico é o local onde se estabelece a relação entre homem e meio. Assim, ele sofre constantes alterações, sejam positivas ou negativas. Ao falarmos sobre impactos, geralmente é feita uma associação negativa ao termo. Contudo, é preciso ressaltar que “impacto” refere-se a quaisquer alterações produzidas no meio ambiente, que podem ser negativas ou positivas.

A partir da Primeira Revolução Industrial as transformações do meio ambiente foram aumentando conforme o grau de industrialização. Dentro desse novo modelo econômico ficaram claras as ações antrópicas decorrentes para o avanço científico e tecnológico e consequentemente a modernização industrial e o aumento da degradação ambiental, principalmente no final do século XX e início do século XXI.

Principais tipos de ações antrópicas no mundo atual:


Desmatamento – O aumento populacional, a intensificação das atividades agropecuárias e o crescimento do ramo madeireiro aceleraram o ritmo do desmatamento de diversas áreas. Essa retirada da vegetação provoca inúmeros impactos ambientais negativos, como a perda de habitat por diversos animais, esgotamento dos solos, aumento dos processos erosivos, mudanças climáticas, entre outros.


Aquecimento global (Camada de ozônio/efeito estufa) – O efeito estufa sofreu um rápido aumento com o auge da industrialização a partir de 1960. Isso se deve a emissão de diversos gases responsáveis pelo efeito estufa adicional, pois os mesmos retém calor, aumentando a temperatura. A camada de ozônio possui papel fundamental na manutenção da vida: reter os raios ultravioletas dirigidos à Terra pelo Sol. Gases presentes em sprays aerossóis e em refrigeradores, como o clorofluorcarboneto (CFC), são muito utilizados ao longo de décadas e têm provocado a destruição da camada de ozônio. As moléculas de cloro fixam-se às moléculas de ozônio e provocam sua destruição. As consequências são aumento de ocorrências de câncer de pele, de catarata e enfraquecimento do sistema imunológico. O Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), as alterações humanas no meio ambiente têm provocado mudanças climáticas em todo o mundo . A Terra está mais quente, e esse fato está relacionado a ações antrópicas como a emissão de gases do efeito estufa à atmosfera e o desmatamento excessivo para fins agropecuários.

Os efeitos das mudanças climáticas já são considerados irreversíveis. Segundo o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Inpe), a temperatura da Terra aumentou cerca de 0,4 ºC. A dinâmica das chuvas e ventos já foi alterada, as calotas polares estão derretendo, e o nível dos oceanos está aumentando. É necessário reduzir a emissão de gás carbônico por intermédio da utilização de fontes de obtenção de energia alternativas e procurar promover hábitos que proporcionem um modo de vida mais sustentável, como reduzir o uso de veículos e evitar a retirada da vegetação nas áreas urbanas.

Derramamento de óleo (mar) – o óleo impregna no sistema radicular das plantas que ali vivem, impedindo, desse modo, a absorção de nutrientes e oxigênio. O óleo, quando atinge os manguezais também afeta as plantas que ali vivem, bem como os animais que ali se reproduzem. Outro problema causado pelo derramamento de óleo é a questão financeira (turismo e atividades econômicas, como a pesca).

chuva ácida

A chuva ácida é uma das consequências da poluição atmosférica. Os gases provenientes da queima de combustíveis reagem com o oxigênio do ar e o vapor de água, transformando-se em ácidos que são depositados na superfície terrestre através das precipitações. As chuvas comuns já são naturalmente ácidas, pois mesmo em lugares não poluídos há o gás carbônico (CO2), que é um óxido ácido que reage com a água da chuva e gera o ácido carbônico, conforme mostrado abaixo:

CO2(g) + H2O(l)→ H2CO3(aq)

Esse tipo de chuva naturalmente ácida possui pH em torno de 5,6 e não é considerada nociva. Entretanto, os óxidos de enxofre (SO2 e SO3) reagem com a água formando o ácido sulfúrico, um ácido muito forte:

S(s) + O2(g) → SO2(g)
SO2(g) + H2O(l)→ H2SO3(aq) (Ácido sulfuroso)

SO2(g)+ ½ O2(g) → SO3(g)
SO3(g) + H2O(l)→ H2SO4(aq) (Ácido sulfúrico)

Danos em estátuas causados por chuva ácida

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.