1º) Histórico

  • Fronteiras não delimitadas (excetuando-se o Brasil, todos os demais países representavam a posse da Espanha)
  • Quando a Espanha deixa de ser a METRÓPOLE ocorre fragmentação e disputa entre os novos países
  • Vários dos países não conseguem se alinhar por via diplomática
  • Disputa de matérias-primas diversas e logística para exportação

2º) Influência externa

  • Doutrina Monroe (1823):

A Doutrina Monroe foi estabelecida pelo presidente norte-americano James Monroe (1758-1831), em 1823, impedindo a interferência europeia na América e estabelecendo a liderança dos Estados Unidos no continente. o começo do século XIX, as nações europeias redesenhavam o mapa europeu após o fim da Era Napoleônica e planejavam recolonizar a América.

Os objetivos da Doutrina Monroe eram o fim do colonialismo, a reafirmação das independências das antigas colônias europeias e a expansão territorial. Monroe sintetizou sua doutrina na seguinte declaração: “América para os americanos”. [não interferência europeia na América do Sul].

Sem a interferência europeia, os americanos adotaram o “Destino Manifesto”, ou seja, a missão de conquistar novas terras e “civilizar” a população indígena. As consequências foram o estabelecimento dos Estados Unidos como grande potência e liderança da América, bem como a consolidação da independência das antigas colônias europeias.

CANAL DE BEAGLE: CHILE E ARGENTINA

Esse estreito canal, no extremo meridional da América do Sul, separa a Terra do Fogo das ilhas da Antártica chilena. No final da década e 1970 e início dos anos 1980s, Chile e Argentina quase chegaram a um conflito armado ao disputarem a posse das três ilhas situadas na entrada oriental do canal.

Em 1984, com a mediação do Vaticano, a questão foi resolvida: o Chile ficou com a posse das ilhas, mas, em contrapartida, a Argentina obteve direitos sobre o petróleo que poderá ser encontrado nas águas dessa área.

MALVINAS/ILHAS FALKLAND: ARGENTINA E REINO UNIDO

Localização Falkland
Ilhas

O arquipélago das Malvinas (ou ilhas Falkland) situa-se no Oceano Atlântico, a 500 km a leste do litoral extremo sul do território argentino. Assentado sobre a plataforma continental, o arquipélago oficialmente pertence ao Reino Unido (base militar estratégica).

A Argentina, no entanto, reivindica a posse do arquipélago das Malvinas alegando antecedentes históricos, entre os quais a ocupação efetiva do território até 1883, ano em que os britânicos expulsaram os argentinos que aí tinham se estabelecido em 1820.

Em abril de 1982, sob a ditadura militar argentina (pres. General Leopoldo Galtieri), tropas desembarcaram nas Malvinas com o propósito de reaver o domínio do arquipélago. Prontamente, o Reino Unido reagiu à invasão enviando militares para a região de conflito, com o apoio dos Estados Unidos da América.

Após cerca de 45 dias de combate, 750 argentinos e 250 britânicos foram mortos em ação, a Argentina se rendeu. O arquipélago continua sob domínio britânico, mas o impasse ainda não foi resolvido, pois a Argentina permanece com a intenção de recuperar o território.

CHILE, PERU E BOLÍVIA

Na Guerra do Pacífico (1789-1883), o Chile enfrentou a Bolívia e o Peru em uma disputa pelo controle de uma rica área de nitrato (substância utilizada como fertilizante e na fabricação de explosivos).

Vencida, a Bolívia perdeu a província de Antofagasta, que lhe dava saída para o Oceano Pacífico, fato que dificultou o seu desenvolvimento econômico; e o Peru perdeu a província de Tarapacá.

Até os dias atuais, nas relações Bolívia-Peru-Chile, esse impasse faz parte da agenda de discussões governamentais. O Chile aceita negociar a implementação de um corredor de passagem que possibilite à Bolívia ter acesso ao mar, mas se recusa a negociar a reivindicação boliviana de devolução do território perdido na Guerra do Pacífico.

BRASIL E BOLÍVIA

No final do século XIX e início do século XX havia um impasse entre Brasil e Bolívia em relação ao território que corresponde ao atual território que corresponde ao estado do Acre, que pertencia à Bolívia. Seringueiros brasileiros ocuparam o território e passaram a reivindicar a anexação ao Brasil.

A seringueira é uma árvore de onde é extraído o látex, uma seiva leitosa que é produzida na casca da planta. Ela é fonte de matéria-prima para a fabricação vários produtos, desde pneus a utensílios de cozinha, incluindo brinquedos, luvas de borracha e preservativos. Trata-se da seringueira, árvore nativa da Amazônia, de onde é extraído o látex, seiva que quando coagulada dá origem à borracha natural.

Esse impasse foi resolvido em 1904: a Bolívia vendeu o território ao Brasil (Tratado de Petrópolis). Além do pagamento em dinheiro, o Brasil se comprometeu a construir a Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, de maneira que a Bolívia teria garantido o acesso a rios amazônicos e pudesse transportar por eles o látex destinado à exportação.

Divisão de teritório

Nota¹: até o presente momento a Estrada de Ferro não foi completada

Nota²:  No dia 15 de junho de 1962, foi sancionada João Goulart (Jango), então presidente da República, a lei que transformou o Território do Acre em Estado do Acre.

BOLÍVIA E PARAGUAI

Em 1889, a Bolívia, por meio de um tratado, concedeu à Argentina parte do Chaco. Contudo, entre 1928 e 1929 e 1932 e 1935 ocorreu a Guerra do Chaco, entre a Bolívia e o Paraguai, motivada pela disputa por uma região dessa planície onde se imaginava haver petróleo. Embora nunca tenha se confirmado o petróleo, a região é extremamente fértil para o plantio.

Calcula-se que nesse conflito morreram 100.000 pessoas. Em 1938, por meio de mediação internacional, decidiu-se que o Paraguai teria direito a 75% da área em disputa e que a Bolívia teria livre trânsito em um trecho do rio Paraguai.

Guerra do Chaco

A paz não pode ser entendida apenas com a inexistência de guerras e de disputas econômicas, políticas e sociais, mas como uma condição que se caracteriza por uma relação solidária entre países, povos e indivíduos.

Memorial da América Latina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.