Segregar é o ato planejado de isolar, de evitar contato. Dessa maneira, a segregação socioespacial ou urbana é um processo que fraciona os grupos sociais em espaços diferenciados da cidade.

No Brasil, a partir da década de 1930 é iniciado o desenvolvimento da indústria, mas somente na década de 1950 a economia urbano-industrial desenvolveu-se de maneira a diversificar a produção brasileira, gerando novos empregos e atraindo a população rural para as cidades (êxodo rural). Esse intenso aumento do contingente populacional em espaço limitado (macrocefalia urbana) reforçou progressivamente o processo de segregação socioespacial, o que já havia se iniciado com parcela das pessoas ex-escravizadas que, após a abolição da escravatura (13/05/1888), passaram a ocupar as regiões periféricas dos centros urbanos, como os morros cariocas.

Esse processo pode ser entendido como a expressão geográfica das desigualdades sociais, especialmente, no espaço urbano, quando ocorre numa mesma região a percepção de divisão entre a periferia pobre e o prédio de luxo.

A segregação socioespacial pode ser considerada a partir de três perspectivas:

+ Segregação por lei

Placa em praia na cidade de Durban. Foto: Guinnog / via Wikimedia Commons / CC-BY-SA 3.0

A imagem de 1989, retrata a Lei de Reserva dos Benefícios Sociais de 1953, que possibilitou a divisão de locais públicos por raça. A placa indica – em inglês, africâner e zulu, a seguinte informação: “Cidade de Durban: De acordo com a Seção 37 das leis da praia de Durban, esta área balnear é reservada para uso exclusivo de membros do grupo de raça branca.”

Localização geográfica de Durban, África do Sul
Desmond Tutu (arcebispo ativista pelo fim do apartheid) e Nelson Mandela
Daniel François Malan

O apartheid (ou “desenvolvimento separados das raças”, em afrikaner) foi um regime político de segregação racial implantado na África do Sul em 1948 pelo então primeiro-ministro, o pastor protestante Daniel François Malan. Quase todo território (87%) era reservado aos brancos. Cerca de 3,5 milhões de pessoas foram expulsas à força, e os negros, relegados às townships (cidades-dormitório) e bantustões (reservas étnicas). Apenas em 1991 esse regime foi encerrado, mas somente em 1994 a África do Sul organizou as primeiras eleições multirraciais, com a vitória de Nelson Mandela, preso durante 27 anos por oposição ao regime de segregação racial.

Vocábulos:

  • macrocefalia urbana – alta concentração de atividades e pessoas em espaço limitado.
  • conurbação – unificação de duas ou mais cidades que, devido ao seu crescimento geográfico.
  • êxodo rural – processo de migração de uma população que mora no campo para a cidade.

após o vídeo tem atividade…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.