Cidadania (Parte 2)

Como vimos em nossa última aula, a cidadania é conquistada por meio de lutas no campo social, a partir das demandas vindas de diversos estratos sociais e o processo é longo até que ela possa ser considerada plena, especialmente em razão da desigualdade social.

A cidadania precisa andar no mesmo compasso que a vivência democrática. Um dos princípios orientadores da democracia é a Carta em que o Estado, por meio de representantes eleitos (assembleia constituinte) aponta os direitos, os deveres de seus cidadãos e apresenta as formas como esse Estado agirá para que tais normas sejam cumpridas. Sabemos que o nosso Estado é tripartite, isto é, o Poder é dividido e equilibrado entre Legislativo, Executivo e Judiciário, este último pode ser entendido como o guardião, o protetor dessa Carta de Direitos. Atualmente, a nossa Carta é a Constituição Federal da República Federativa do Brasil e vigora desde 1988.

      🔼🔼🔼🔼clique na imagem para fazer o download 🔼🔼🔼🔼

NAZARIO, Flávio S. Cidadania Plena: abordagem transmidiática. UERJ.CTC.ESDI. (slide 8)
Licença CC BY-NC 4.0 Disponível em: <https://pt.slideshare.net/flaviozed/apressemestral&gt;.

Lembrando que:

E relacionando ao processo de expansão dos direitos (Dimensão/Geração dos Direitos):

Por que o processo de consolidação democrática e de cidadania é tão demorado? Essa é a reflexão que faremos durante o bimestre!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.