Senso comum e conhecimento científico

Senso comum é o modo de pensar da maioria das pessoas, são noções comumente admitidas pelos indivíduos. Significa o conhecimento adquirido a partir de experiências, de observações do mundo. Ele se caracteriza por conhecimentos empíricos acumulados ao longo da vida e passados de geração em geração. É uma forma de conhecimento sem necessidade de comprovação científica.

Sendo o conhecimento empírico adquirido de forma espontânea, através da mera observação e com base em deduções simples, é por vezes passível de erro. Por exemplo, durante muito séculos, aceitou-se como fruto do conhecimento empírico que o Sol girava em torno da Terra, tendo a ciência mais tarde vindo a demonstrar que, contrariamente ao que possa indicar a nossa percepção é, na realidade, a Terra que gira em torno do Sol. Também faz parte do senso comum os conselhos e ditos populares que são tidos como verdades e seguidos pelo povo. Por exemplo: “Deve-se cortar os cabelos na lua crescente para que cresçam mais rápido”.

Enquanto o senso comum está associado ao conhecimento irrefletido, o senso crítico é baseado na crítica, na reflexão, na pesquisa e no pensamento. Senso crítico significa a capacidade de questionar e analisar de forma racional e inteligente. Através do senso crítico, o homem aprende a buscar a verdade questionando e refletindo profundamente sobre cada assunto.

A capacidade de refletir sobre os assuntos está relacionada com a educação que cada indivíduo recebe. Existe uma ideologia dominante (conjunto de crenças, valores e opiniões) veiculada na política, religião, meios de comunicação ou outros grupos, que procura manipular as pessoas para que não questionem; para que aceitem o que lhes for imposto sem ponderar ou investigar a verdade.

São vários os tipos de conhecimento acumulados na história da humanidade:

Conhecimento empírico – conhecimento popular. Adquirido por experiência, limita-se apenas à dedução. Exemplo: um agricultor, mesmo sem estudo, sabe exatamente quando plantar e colher. Isto somente em observar e aprender com os resultados de colheitas anteriores

Conhecimento científico – está relacionado à lógica e pensamento crítico e analítico. Avalia os fatos e busca comprová-los segundo parâmetros estabelecidos por experiências, protocolos e por seus pares (outros cientistas). Exemplo: descoberta de outros planetas, por meio da observação (uso de telescópios, imagens de satélites etc.)

Conhecimento filosófico – baseado na reflexão e construção de conceitos e ideias, a partir do uso do raciocínio em busca do saber. Exemplo: o pensamento de que um dia as máquinas irão se sobrepor aos humanos.

Conhecimento teológico (ou religioso) – baseado na fé religiosa, isto é, a crença em algo que não pode ser submetido à validação ou comprovação científica. A própria fé depende desse sentimento em que a medida do valor é realizada por acreditar em algo e caráter maior que a si mesmo. Exemplo: o mundo ter sido criado por Deus.


ATIVIDADE 1


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.